segunda-feira, novembro 03, 2008

A banca e os administradores

Agora que está mais do que comprovado, com os casos BCP e BPN, que a banca portuguesa (supervisor incluído) é tão ou mais especialista em chico-espertismo quanto qualquer português médio (só que mais eficaz, uma vez que nunca assume riscos e nunca perde seja o que for), pergunto-me se os administradores da banca portuguesa continuarão a ir à TV armados em técnicos especializados de economia debitar frases feitas anti-Estado com ar de "sabe-tudo".

Dado o meu pessimismo com estas coisas da natureza humana e com a inscrição na memória lusa do que importa, reformulo: quanto tempo passará a partir deste caso BPN até vermos Miguel Cadilhe novamente na TV ou na imprensa armado em especialista do sistema financeiro?

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Independentemente dos ares que estes sabichões se costumam dar, parece haver mais qualquer coisa.
Fala-se abertamente de práticas fraudulentas.
Não é só a repetição do blá-blá economês, tipo o mercado resolve tudo.
O que parece ter-se passado no BCP e no BPN é que os distintos administradores cometeram crimes que a tal operação furacão nunca mais descobre!
Será que esta investigação não avança porque poderia provocar alguma comoção partidária ?

3/11/08 19:22  

Publicar um comentário

<< Home