segunda-feira, agosto 20, 2007

Duvidanças de uma mente curiosa, 56

A propósito do "acto de desobediência civil" (Miguel Portas dixit) dos Verde-Eufémia (não fui eu que inventei, eles tratam-se mesmo assim):

- Não seria a sanção mais adequada a uma tal violação do direito português o forçar dos "desobedientes", sob pena de prisão, à replantação com milho transgénico dos mesmos hectares destruídos ?

A propósito do mau começo de época do SLBenfica, e das poucas perspectivas de melhoria imediata:

- É só impressão minha ou isto suscita apenas um leve sentimento de déjà vu?

6 Comments:

Blogger André, o campos said...

Comento o meu próprio post tão só com o objectivo de o rectificar, sem o revogar. É que ele foi escrito antes do despedimento de Fernando Santos. Por isso, tenho de corrigi-lo: é que despedir um treinador após dois jogos oficiais sem derrotas é coisa nunca antes vista...
Pior a emenda que o soneto?
E quando é que Luis Filipe Vieira deixa de brincar aos futebóis para se dedicar a coisas mais sérias, como construções de lego, por exemplo?

20/8/07 15:38  
Anonymous Mário, o Campos said...

Então o que é que o meu amigo desejava?

A continuação deste treinador? O agudizar da insatisfação dos sócios sobre o plantel?

Nada fazer e esperar que o tempo (ou o Rui Costa) resolva, não é a solução.

Era imperativo tomar uma decisão e mais vale cedo no campeonato do que quando já não é possivel recuperar.

20/8/07 19:56  
Blogger Freire de Andrade said...

Sobre a destruição do milho transgénico:
Aprovo plenamente a ideia do castigo de forçar os vândalos (É mais apropriado chamar-lhas assim do que "activistas políticos".) a plantar milho em quantidade igual à destruída, e, já agora, a aguardarem no local até que o milho atinja a altura que o outro tinha. Já obrigá-los a que o milho plantado como castigo seja transgénico, não srá crueldade?

20/8/07 22:58  
Blogger André, o campos said...

Caro quasi-homónimo: a meu ver, com este actual plantel nem José Mourinho ou o fantasma de Pedroto colocariam o SLBenfica a vencer bem.
Mais parece que LFVieira tenta sacudir a água do capote culpando o treinador pelas suas próprias incapacidades em tornar-se o Pinto da Costa da metrópole. Quando Toni regressou ao SLBenfica, também era o desejado, "agora é que é", dizia-se, mas a equipa era tão má que foi precisamente nesse ano que o clube teve a sua pior classificação de sempre. A ver vamos agora...

Caro freire de andrade: crueldade seria forçá-los a plantar milho transgénico, a aguardar que o mesmo crescesse, e depois colherem-no, comprarem-no e comerem-no. Isso sim seria crueldade.

21/8/07 12:06  
Anonymous Anónimo said...

Se o actual plantel da era Vieira é mau, então que dizer do Benfica de Michael Thomas, Pringle, King, Pembridge, Uribe, Bermúdez, Marcelo, etc.?

Desde que esse senhor entrou (com a caminha preparada já pelo Vilarinho), o Benfica deixou para trás aqueles resultados fabulosos na UEFA de derrotas por 7-0 e conseguiu, com as limitações que todos conhecemos, chegar outra vez aos ouvidos da Europa. E para não falar da quebra do jejum de Campeonato de mais de uma década...

Por isso, não sou da opinião de que alguns erros (houve-os e há) sejam suficientes para questionar um trabalho que já deu e dará seguramente mais frutos.

E comparar Camacho com Toni...

21/8/07 13:18  
Blogger André, o campos said...

Caro anónimo, quem sabe se LFVieira não consegue mesmo tornar-se definitivamente o Pinto da Costa da metrópole, e tornar um treinador novo de início de época sem pré-época feita (como no ano transacto Jesualdo Ferreira) em treinador campeão? Bem espero que sim...
Convém ainda sustentar que eu não disse que o mandato de LFVieira tenha sido mau, pelo contrário: pegar no caos deixado por Vale Azevedo e crescer ao ponto onde o mérito aponta não era tarefa fácil e LFVieira bem o cumpriu. Mas uma coisa é gostar do geral de um trabalho de vários anos, outra coisa é não responsabilizar quem deve ser responsabilizado quando as coisas correm mal. E bem sabe qualquer leitor do bempelocontrário quanto nós aqui gostamos de nos considerar bons cultores da responsabilidade...
Quanto a comparar Camacho com Toni, não o fiz (dê-me o leitor algum crédito de inteligência): comparei sim as circunstâncias da chegada de Toni com as da chegada de Camacho agora).

21/8/07 18:33  

Enviar um comentário

<< Home