segunda-feira, setembro 10, 2007

O milagre da multiplicação

É costume dizer-se que o homem não tem o dom da ubiquidade. Pelo que se tem visto, parece-me que Francisco Moita Flores contraria essa lei da física. Confesso que admiro a forma física do presidente da Câmara de Santarém, que é ainda ex-inspector da PJ, criminalista, opinion-maker em dois canais generalistas, comentador político, colunista e distribuidor de postas de pescada em programas matinais televisivos dedicados a remexer a miséria alheia. Um caso que rivaliza com o Valentim Loureiro dos melhores tempos.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

O Francisco Moita Flores é interessantíssimo, além de ser um homem muito atraente e belo, por isso acho bem que aparece muitas e muitas vezes.

Fala a inveja?

10/9/07 10:31  
Anonymous Mário, o Campos said...

Será que o anónimo que escreveu este ultimo comentário não é o próprio Moita Flores...???

10/9/07 21:21  
Blogger José Gomes André said...

Caro anónimo, por acaso a minha barba é bem mais gira que a do Moita Flores. E aqui entre nós, ficava a matar naquele cenário florido e colorido do "Você na TV"...

Caro Mário, o homem anda numa roda-viva, não acho que tenha tempo para consultar blogues..

10/9/07 22:20  

Enviar um comentário

<< Home