quinta-feira, dezembro 20, 2007

Oferecemos um cabaz de Natal a quem ler este excerto sem se engasgar

"Penso, porém, que não evitámos ser levados nas nossas análises a pôr uma tónica excessiva nas deformações e na derrota do socialismo real e nas suas causas internas – a utilização de conceitos como o de implosão, de colapso ou de «modelo» (ainda que este entre aspas…) revela-o – e fizemo-lo em detrimento da transmissão, sobretudo aos jovens, do que houve de humanamente exaltante e de civilizacional e culturalmente progressivo na tarefa histórica inédita da construção de uma sociedade liberta da exploração; não evitámos a permanência de grandes lacunas na contextualização histórica, interna e externa, da construção do socialismo e na reposição da verdade histórica dessa construção; não evitámos as fraquezas da nossa intervenção ideológica na luta contra as falsificações e caricaturas em catadupa bolsadas pelos nossos inimigos de classe."

[Francisco Melo, no "Avante!", num daqueles delírios sobre a "Revolução de Outubro" que animam estes dias cinzentos].

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Aquela gente não se enxerga mesmo. Que definhem como merecem à medida que os velhos casmurros forem batendo as botas.

20/12/07 11:07  
Blogger Jacinto said...

Calisto Eloy reencarnado?...

20/12/07 11:24  
Anonymous Anónimo said...

Encara-o como um nicho de mercado porque cada vez mais é só disso que se trata.

20/12/07 14:26  
Anonymous Anónimo said...

Deviam oferecer mas era uma chamada para o 112 a quem escreveu aquilo.

20/12/07 14:28  
Blogger sofia said...

a paciencia que tens para ir ler o avante ...lol

20/12/07 17:54  

Enviar um comentário

<< Home