sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Os monárquicos e (D.) Duarte

D. Duarte de Bragança, em entrevista à SIC Notícias, disse que num eventual referendo à preferência por um chefe de Estado monarca ou presidencial, "se a pergunta não fosse tendenciosa, mas séria", dificilmente a monarquia perderia.

De tal coisa não tenho dados para opinar: sinceramente, sigo um pouco Antero de Quental nesta matéria - conquanto haja democracia, república com monarquia ou monarquia com república são questões menores.

Mas há algo que sempre me fez espécie em D. Duarte e nos colegas monárquicos que tive durante a licenciatura: quem é que lhes pôs na cabeça que, mesmo que Portugal quisesse voltar a ser uma monarquia, quereria voltar ao reinado da dinastia de Bragança?

A verdadeira questão é: continuaria D. Duarte (e os seus sequazes com ele) a ser monárquico se Portugal aderisse novamente à monarquia, mas com uma dinastia de origem plebeia? Essa é que é essa...

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

O senhor dom Duarte Pio de Bragança é a melhor razão possível para não se ser monárquico. Não estou a dizer que seja má pessoa.

8/2/08 12:36  
Anonymous Anti Rei Faz-de-Conta said...

O único problema disto tudo é que o Duarte Pio muniu-se de "amiguinhos" para o ajudarem na promoção das mentiras e na conservação do trono e, em troca, concede-lhes umas medalhinhas e honras afins.

Para que conste: a única sucessora directa da coroa portuguesa foi D. Maria Pia de Saxe Coburgo Bragança, filha do Rei D. Carlos I de Portugal com D. Maria Amélia Laredo e Murca e, consequentemente, irmã do Rei D. Manuel II.

A seu tempo a verdade virá ao de cima e cairão por terra muitos dos monárquicos que andam enganados pela falsa Causa Real Duartina.

Leiam e esclareçam-se: www.reifazdeconta.com

25/2/08 19:42  
Blogger Rui Monteiro said...

http://reifazdeconta.blogspot.com

A realidade de italianos que querem o trono e não têm direito ajudados por interesses obscuros de fadistas.

Vida a hipócrisia.

REI HÁ SÓ UM D.DUARTE e MAIS NENHUM !

18/12/08 22:50  

Enviar um comentário

<< Home