quarta-feira, março 26, 2008

Só uma perguntinha

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

É irresponsável porque a Manuela Ferreira Leite o disse.

26/3/08 15:09  
Anonymous Anónimo said...

É fácil de ver. Por que a concessão dos "benefícios" com que nos irá brindar, implica que estes vão sendo ministrados no timing programado, até às legislativas. Isto é, às mijinhas. Isto está tudo calculado!

27/3/08 21:22  
Blogger João said...

Já confirmada a descida do IVA (simbólica), discute-se agora a formação dos preços (como se a Autoridade da Concorrência pudesse intervir nos preços de venda ao público).
Isto com a preocupação de garantir a eficácia de uma medida de propaganda (pré-eleitoral).
Falou-se na formação dos preços na passagem ao euro? Fala-se em como é que se determina o valor "oficial" da inflação anual?

Já agora para quem não tenha reparado a receita para a redução do défice consistiu em:
1.Aumento da receita fiscal (afinco dos homens do fisco na cobrança, tentando que escape o menos possível)
2. Aumento de impostos indirectos e reduções em comparticipações do estado (várias).
3. Redução drástica do investimento público.
O "monstro" do qual se falou em tempos ainda anda aí (o peso de estado na economia), e o caminho seguido para a redução do défice é insustentável do ponto de vista da coesão social (foi pago sobretudo pela classe média que viu o seu poder de compra substancialmente reduzido; o desemprego cresceu por via da depressão da economia).

Há que ver as coisas com clareza, para além das aparências, que o que há em demasia nos tempos que correm é poeira para os olhos.

28/3/08 12:28  

Enviar um comentário

<< Home