domingo, maio 25, 2008

Coisas que me fascinam

A Rússia ter ganho o Eurofestival da Canção, cantando em inglês (aprendido tal como o de José Sócrates: técnico, claro).

P.S. Vi a parte das votações, e achei um piadão: mesmo sem conhecer as cançonetas, conseguia-se adivinhar de antemão quase sempre quem iria votar em quem: Portugal nos espanhóis e ucranianos, Irlanda nos ingleses, os escandinavos todos uns nos outros, os ex-jugoslavos todos uns nos outros, os ex-URSS todos uns nos outros. Como a URSS foi a que mais se fragmentou, obviamente, mais votos ganhou a Rússia. E ainda falam na morte das nações...

3 Comments:

Anonymous vania said...

meu caro:
Infelizmente n pude usufruir de mais um momento de partilha com que já nos habituou e para o qual muito este blog contribuiu.
Andei à procura do vosso livro na Feira do livro aqui no Porto. Não encontrei!!! A vossa editora não está presente aqui no Norte. Desta forma terei de comprar o livro numa livraria e o preço é um pouco alto!

26/5/08 00:44  
Anonymous vania said...

meu caro:
Infelizmente n pude usufruir de mais um momento de partilha com que já nos habituou e para o qual muito este blog contribuiu.
Andei à procura do vosso livro na Feira do livro aqui no Porto. Não encontrei!!! A vossa editora não está presente aqui no Norte. Desta forma terei de comprar o livro numa livraria e o preço é um pouco alto!

26/5/08 00:45  
Anonymous Anónimo said...

Eu vi parte mas deu para perceber que a «locutora», apesar de agradável ao ouvido, dizia palermices e das grandes. Aquilo era a maior festa da música europeia (se não foi exactamente isto foi um disparate idêntico), a Europa estava rendida à nossa representante, e assim por diante. Como não resisti ao zapping, se calhar perdi outras do género.

26/5/08 12:06  

Enviar um comentário

<< Home