sexta-feira, junho 20, 2008

Uma outra Lisboa

Há quem entre o povo irmão tenha uma bizarra ideia sobre este seu mais velho familiar. Vejam esta descrição de Lisboa, publicada pela revista brasileira "Turismo & Negócios":

"A capital de Portugal, Lisboa, é a porta de entrada para a Europa. O idioma oficial é o português mas fala-se fluentemente o espanhol. [...] Sua arquitetura é essencialmente gótica. Banhada pelo Oceano Pacífico e tendo como principal o rio Tejo, Lisboa tem entre seus vultos históricos nomes importantes da história do Brasil, haja vista que já fomos colônia portuguesa. [...] Lisboa é uma cidade plana, de velhos mas bem conservados casarios, clima tropical úmido, temperatura variável, fria no inverno e quente no verão, mas nada comparável ao calor brasileiro. Graças ao Estreito de Gibraltar, Portugal liga-se também ao Oceano Atlântico. O curioso é que 2/3 da capital portuguesa desapareceram após a II Guerra Mundial, mas o primeiro ministro de então, Marquês de Pombal, providenciou a recuperação das ruínas, com orientação de excelentes arquitetos, preservando a originalidade das construções."

[Via Pedro Dória]

3 Comments:

Blogger reb said...

Está o máximo! :))

20/6/08 22:08  
Blogger Maria said...

Ficção, adoro ficção. A sério, é curiosa esta descrição, achamos que todos os dados que nos são familiares poderão ser óbvios, quando na verdade estamos talvez um pouco mais longe do umbigo da terra. Claro, também podemos falar de incorrecções académicas, apenas, mas tiraria toda a piada...

21/6/08 08:36  
Blogger José said...

De Gaulle tinha razão - o Brasil não é um país (a) sério...

21/6/08 14:33  

Enviar um comentário

<< Home