quarta-feira, maio 23, 2007

Um monarca em São Bento?

Consumada a saída das figuras com maior peso político do Governo (Freitas do Amaral, António Costa); assegurada a exportação de críticos internos (João Cravinho, Ferro Rodrigues, Carrilho); salvaguardada a reforma compulsiva de incómodos “históricos” (Medeiros Ferreira, Helena Roseta); garantida a presença de uma figura dócil em Belém (Cavaco Silva); silenciada a imprensa por destemidos pistoleiros (Pedro Silva Pereira, Santos Silva); e controlada a Administração Pública por fiéis capangas como a prepotente Margarida Moreira (a famigerada directora da DREN, directamente responsável por este lindo episódio) – Sócrates pode finalmente implementar uma duradoura monarquia constitucional.

Etiquetas: ,

8 Comments:

Anonymous Fernanda Pinto said...

Aqui está o exemplo de um post manipulador: Freita do Amaral saiu pr razões de saúde por demais conhecidas;A. Costa saiu para se candidatar à C. de Lisboa numa estratégia combinada com o PM;J. Cravinho foi, por vontade própria para um muito bem remunerado e prestigiado cargo internacional;F. Rodrigues a mesma coisa; Carrilho idem; H. Roseta saiu do partido por vontade própria porque queria passar por cima de tudo e de todos para ser candidata à Câmara;Silva Pereira e Santos Silva não silenciam ninguém nem isso seria possível, como se tem visto pelas campanhas (sem êxito, diga-se, porque o povo não é parvo) feitas contra o PM; a Directora da DREN limitou-se a instaurar, e muito bem, um processo disciplinar a um funcionáriom da DREN que chamou "filho da puta" ao PM (é essa a verdade e não o que diz o Público de JMF). Onde está a monarquia?

23/5/07 08:50  
Anonymous vasco said...

«Qui a, pour d´inavouables raisons, décidé de noyer son chien, découvre comme par hasard qu´il a la rage». E acho que escuso de dizer mais.

23/5/07 12:34  
Blogger José Gomes André said...

Cara Fernanda Pinto:

1. Não teci juízos de valor quanto aos motivos da saída de Freitas e A. Costa. Apenas registei que essas saídas (concertadas ou não) favorecem a "entronização" de Sócrates.

2. O mesmo em relação a Ferro, Cravinho e Carrilho.Não duvido que saíram por vontade própria (para cargos bem remunerados), mas tenho a certeza que Sócrates patrocinou e soube tirar partido do afastamento desses "concorrentes" com grande peso político.

3. Roseta saiu do partido o mês passado, mas foi directamente afastada do grupo parlamentar por Sócrates (tal como Medeiros Ferreira), depois de vários anos de excelente serviço (como Medeiros). Não sejamos ingénuos: tratavam-se de 2 figuras-chave da ala mais "tradicional" e "esquerdista" do PS, i.e., 2 potenciais críticos internos.

4. os pistoleiros Silva Pereira e Santos Silva controlam - e bem - a imprensa,passando a mensagem que a própria Fernanda veicula sem hesitações: tudo isto é uma prodigiosa e gigantesca cabala contra Sócrates, o nosso santo salvador.

5. não acho que a directora da DREN tenha "feito muito bem" ao instaurar um processo disciplinar e ao suspender o professor Charrua. Na minha opinião, tratou-se de um acto prepotente sem justificação, que configura um abuso de poder. De qualquer forma, agradeço a "insider information" sobre o insulto proferido. Já agora, podia dizer-me em que contexto o professor Charrua chamou fdp ao nosso santo primeiro-ministro?

23/5/07 17:42  
Blogger André, o campos said...

Bom comentário, o de Vasco: é Sócrates que implementa uma espécie de "duradoura monarquia constitucional"?, ou é o povinho (que vota Salazar num concurso televisivo, que se enche de "Maddie" até aos olhos, que se afoga em futebol, que enceta uma cruzada anti-tabaco, que adora autarcas barulhentos e regionalistas chico-espertos, etc) que entroniza Sócrates na sua querida "duradoura monarquia constitucional"?

23/5/07 20:21  
Blogger Ega said...

Eu não diria uma monarquia, caro José Gomes André.
Pelo que vejo tratar-se-á antes de uma República Autocrática, visto que daqui a 2 anos o povo irá certamente confirmar o regime e o actual detentor do poder.

E a propósito, disse o (ex)bastonário da OA António Pires de Lima sobre Sócrates: "À frente do executivo está um ditador"[...](in O Diabo) - ver aqui: http://www.verbojuridico.net/inver
bis/images/stories/pdf/22_05_jorn
al_o_diabo.pdf

"Directora da DREN limitou-se a instaurar, e muito bem, um processo disciplinar a um funcionáriom da DREN que chamou "filho da puta" ao PM (é essa a verdade e não o que diz o Público de JMF)" - Eu muito gosto destes detentores da verdade...

Cumprimentos

23/5/07 21:46  
Anonymous Anónimo said...

Cá para mim o seguinte passo socrático é a invasão da Madeira... uma monarquia partilhada não está nada bem... E aí sim, aí é que devemos começar a tremer...

23/5/07 23:20  
Blogger Zé Ninguém said...

Dinheiro Fácil

http://absolutamenteninguem.blogspot.com/2007/05/taeg-no-sei-o-que.html

24/5/07 00:33  
Blogger JÚLIO SILVA CUNHA said...

Nem mais!
Bibó o rei!
J.

:)

24/5/07 23:24  

Enviar um comentário

<< Home